Compromisso com o sucesso financeiro dos nossos clientes

PREVIDÊNCIA PRIVADA

Seu futuro está em nossos planos. Invista em Previdência Privada com a FMB Libertas.
A FMB distribui diversos Fundos de Previdência Privada de seguradoras independentes, que se diferenciam por prazos, indexadores, liquidez de mercado e risco de crédito. Tudo para você atingir sua meta de rentabilidade/renda, de acordo com seu perfil de investidor.

O que é Previdência Privada e por que investir?
Previdência Privada é uma solução complementar à Previdência Social. Com ela, você economiza pequenos valores periodicamente e proporciona um futuro mais seguro e confortável para você e sua família. Apesar de ser um investimento facultativo, a Previdência Privada é, hoje, uma alternativa bastante procurada pelos brasileiros, com o objetivo de complementação de renda.

Todos os Planos de Previdência Privada são fiscalizados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão do Governo Federal.1

unnamed

VANTAGENS

  • Não há cobranças de “come-cotas” nos fundos
  • Como não há retenção de IR na fonte (”come-cotas”), a performance do Plano é potencializada.
  • As contribuições podem ser mensais, esporádicas ou realizadas apenas no momento da contratação. Seja qual for a periodicidade, os pagamentos podem ser feitos via débito em conta ou boleto bancário. Além disso, é possível alterar o valor que está sendo investido, fazer aportes extras, suspender as contribuições mensais, e até resgatar o valor acumulado.
  • Investimentos em Renda Fixa, Multimercado e Fundo Dinâmico Flexível na alocação de investimentos
  • É possível investir em diversos perfis de fundos, como Renda Fixa, Multimercado e Fundo Dinâmico (alocação dinâmica de ativos). Além disso, você poderá trocar o Fundo de Investimento escolhido, a qualquer momento, ou até mesmo mudar o seu plano de seguradora, através de portabilidade.

 

PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO

Os investimentos em Planos de Previdência podem ser utilizados no planejamento da sucessão familiar, já que não há obrigatoriedade de participação em inventário.

FLEXIBILIDADE SUCESSÓRIA

Indicação de beneficiários é livre, assim como o percentual da reserva que cabe a cada um, desde que respeitada a herança legítima.

LIQUIDEZ FACILITADA

Para otimizar o tempo, o saldo do investimento é pago diretamente aos beneficiários indicados, podendo variar entre 15 e 30 dias úteis, após a entrega da documentação.

Nos termos da legislação em vigor, a indicação de beneficiários e a proporção da reserva a ser disponibilizada a cada um são direitos de livre indicação do participante, tanto para o PGBL, quanto para o VGBL.

Entretanto, a indicação é passível de contestação futura, por terceiros.

A obrigação do pagamento da reserva aos beneficiários do plano existe, caso ocorra o falecimento do participante, durante o período de diferimento.

Se houver falecimento do participante, durante o pagamento de benefício, devem ser cumpridas as regras de reversão da renda, que constam no regulamento do plano contratado.

PREVIDÊNCIA PRIVADA

Antes de contratar um plano de Previdência Privada, é importante analisar os 3 fatores que mais influenciam na rentabilidade final:

TAXA DE CARREGAMENTO

Taxa administrativa de operação, referente às despesas do plano. Poderá haver cobrança de um determinado percentual sobre o valor dos depósitos, a título de carregamento, de acordo com o critério estabelecido no regulamento do plano.

Se houver cobrança de taxa de carregamento, esta poderá ser efetuada no momento da realização do depósito e/ou na retirada dos recursos. Se for cobrada no momento da retirada dos recursos, a taxa incidirá exclusivamente sobre o valor dos depósitos contido nesses recursos, ou seja, não incidirá sobre os rendimentos financeiros.

RENTABILIDADE

É o retorno do fundo descontado da taxa de administração. As rentabilidades dos Fundos de Previdência não são líquidas da taxa de carregamento ou de Imposto de Renda, e variam de acordo com o perfil de investimento, não sendo garantidas.

TAXA DE ADMINISTRAÇÃO

Taxa anual cobrada sobre o capital total, incluindo os rendimentos, para custear as despesas com o gerenciamento de fundos, a comercialização e a operação dos planos.

COMPARATIVO

Veja como a diferença desses fatores pode impactar a sua reserva final, no longo prazo. Comparativo
considerando contribuições mensais de R$ 500,00, durante 35 anos*.

Rentabilidade da Previdencia Privada
Plano A
Taxa de carregamento de entrada 2%
Taxa de Administração a.a. 3%
Rentabilidade anual 6%
Reserva final acumulada R$ 355.560,73
Rentabilidade da Previdência Privada na FMB
Plano B
Taxa de carregamento de entrada 0%
Taxa de Administração a.a. 1%
Rentabilidade anual 7%
Reserva final acumulada R$ 682.019,92

*Os planos do comparativo acima são hipotéticos, não havendo referência
a qualquer plano específico, já que não é possível prever rentabilidade futura.

1. ATENDIMENTO

Nossa equipe especializada cuidará de todas as fases do seu plano, como auxiliar na escolha do melhor plano para a sua família, documentação e dúvidas.

2. OPÇÕES COM TAXA ZERO DE CARREGAMENTO

Dos mais de 80 planos, nenhum cobra taxa de carregamento na entrada. Ou seja, todo o dinheiro investido entra integralmente no plano. Além de zero taxa de carregamento na entrada, você encontra produtos com isenção de taxas de saída, após determinado saldo acumulado ou tempo de plano. Investindo de maneira planejada, você pode ser isento da taxa de carregamento.

3. PREVIDÊNCIA PRIVADA WEALTH MANAGEMENT

– Definição do seu perfil;
– Análise da sua carteira atual, caso já tenha Previdência Privada;
– Opção de alocação de recurso, de acordo com o seu perfil e seus objetivos;
– Monitoramento e rebalanceamento periódico da carteira para potencializar o retorno;
– Convite para participar de eventos exclusivos com os gestores dos fundos;
– Atendimento exclusivo feito por especialistas.

4. PORTABILIDADE SEM BUROCRACIA

Como a Previdência Privada é um investimento de longo prazo, é importante estar seguro de onde e como aplicar seu dinheiro. Investindo em Previdência Privada, você tem a tranquilidade de poder alterar sua estratégia de investimento, a qualquer momento, se achar necessário. É o que chamamos de portabilidade, ou migração entre planos, garantida pela lei complementar nº 109, de 29/05/2001, que permite que você migre seus recursos de instituição.

Graças a essa flexibilidade, é possível transferir uma parte ou todo o recurso investido, de um Plano de Previdência Privada de Renda Fixa para um Plano de Renda Variável, por exemplo, sem a realização de resgates ou pagamento de Imposto de Renda. É importante destacar que a migração só é possível entre produtos de mesmo tipo e tributação. Ou seja, de PGBL para PGBL, e de VGBL para VGBL.

Se você já tiver contratado um Plano de Previdência Privada pelo seu banco, faça uma comparação com os principais do mercado e escolha a melhor opção para você. A FMB oferece opções de planos sem taxa de carregamento de entrada, o que faz toda a diferença no longo prazo, além de taxas altamente competitivas e rentabilidade acima da média.

Após o comparativo do seu plano atual com os distribuídos pela FMB, você poderá fazer a portabilidade sem burocracia, e escolher o melhor para a sua família. A FMB cuidará de todo o processo para você. A portabilidade será feita mediante a assinatura do contrato de portabilidade e de abertura de conta.

COMO ESCOLHER UM PLANO DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

Para contratar um Plano de Previdência Privada de acordo com o seu perfil é necessário seguir 3 passos importantes, que estão detalhados abaixo. O primeiro deles é a escolher a modalidade (PGBL ou VGBL), o segundo é escolher o regime de tributação (Tabela Progressiva ou Regressiva), e o terceiro é identificar a modalidade de plano ideal (Renda Fixa, Multimercado ou Fundo Dinâmico).

PASSO 1
Escolha a modalidade que atende melhor às suas necessidades:

PGBL
Ideal para quem declara o IR pelo modelo completo, e contribui para o INSS. Permite o benefício fiscal na Declaração de Imposto de Renda, durante o período de acumulação.

Na declaração de Imposto de Renda:
Os valores investidos no plano podem abater até o limite de 12% da base de cálculo, na Declaração Anual de IR

Resgate / pagamento do benefício:
O Imposto de Renda incide sobre o valor total resgatado.

VGBL
Ideal para quem é isento ou declara o IR pelo modelo simplificado. Também é indicado para quem deseja aplicar mais de 12% da sua Renda Bruta em Previdência Privada, ou apenas diversificar investimentos.

Na declaração de Imposto de Renda:
Os valores investidos no plano não são dedutíveis do Imposto de Renda

Resgate / pagamento do benefício:
O Imposto de Renda incide apenas sobre os rendimentos. As contribuições realizadas não são tributadas.

Veja, no exemplo abaixo, a vantagem da redução do Imposto de Renda devido, considerando apenas as suas contribuições do Plano de Previdência Privada (PGBL).

Sem PGBL Com PGBL
Renda bruta anual R$ 100.000,00 R$ 100.000,00
Contribuições do Plano de Previdência Privada (12% da renda bruta tributável) R$ 12.000,00
Base de cálculo R$ 100.000,00 R$ 88.000,00
Alíquota* 27,5% 27,5%
Imposto a pagar sem deduções R$ 27.500,00 R$ 24.200,00
Parcela a deduzir R$ 9.486,91
IR total a pagar no ano R$ 18.013,09 R$ 14.713,09
Economia de IR (diferença entre ter ou não o PGBL) R$ 3.300,00

Atenção: Tabela Progressiva para o cálculo anual do IR de Pessoa Física, exercício de 2013, ano-calendário 2012, segundo a lei 9.532, de 10/12/1997. É importante destacar que a base de cálculo não reflete outras possíveis deduções fiscais.

PASSO 2
No momento da contratação do plano, você poderá optar entre dois diferentes tipos de regime tributário:

TABELA PROGRESSIVA DO IR DE PESSOA FÍSICA

Tributação de Imposto de Renda no momento do resgate:
No momento do resgate, a tributação ocorre na fonte, à alíquota de 15%, com posterior ajuste na Declaração Anual do Imposto de Renda.

Tributação de IR no momento do recebimento da aposentadoria:
Conforme Tabela Progressiva vigente do Imposto de Renda.

Perfil:
Ideal para quem tem objetivos de curto ou médio prazo.

TABELA PROGRESSIVA ANUAL

Para fins de ajuste, são aplicadas as alíquotas previstas na Tabela do Imposto de Renda (a mesma utilizada para tributação de rendimentos de pessoa física), que variam em função do valor recebido, a título de resgaste.

REGIME TRIBUTÁRIO DA TABELA PROGRESSIVA ANUAL

Base de cálculo Alíquota Parcela a deduzir

Até R$ 20.529,36
De R$ 20.529,37 até R$ 30.766,92 7,5% R$ 1.539,70
De R$ 30.766,93 até R$ 41.023,08 15% R$ 3.847,22
De R$ 41.023,09 até R$51.259,08 22,5% R$ 6.923,95
Acima de R$ 51.259,08 27,5% R$ 9.486,91

Referência do I.R. de Pessoa Física, exercício de 2014,
ano-base 2013.

TABELA REGRESSIVA DO IR DE PESSOA FÍSICA (LEI Nº 11.053/04)

Tributação de Imposto de Renda no momento do resgate:
Alíquota inicial de 35%, nos primeiros 2 anos, podendo chegar até 10%, após 10 anos de permanência no plano.

Tributação de IR no momento do recebimento da aposentadoria:
As alíquotas são decrescentes em função do tempo de permanência de cada contribuição no plano.

Perfil:
Ideal para quem tem objetivos de longo prazo.

REGIME TRIBUTÁRIO DA TABELA REGRESSIVA

Os valores resgatados e os benefícios recebidos serão tributados na fonte, de acordo com a Tabela Regressiva, em função do tempo de permanência de cada contribuição no plano:

Veja a tabela de prazos X alíquotas sobre o valor do resgate:

Prazo de acumulação / recebimento de renda Alíquota sobre o valor de resgate / renda

Até 2 anos 35%
2 a 4 anos 30%
4 a 6 anos 25%
6 a 8 anos 20%
8 a 10 anos 15%
Acima de 10 anos 10%

PASSO 3

Tipos de Plano Identifique o plano ideal para o seu perfil

RENDA FIXA

CDI e taxa de juros Selic
Ideal para quem está próximo do resgate ou do recebimento da renda, por buscar a preservação de capital.

Perfil:
Indicado para quem tem baixa tolerância ao risco.

RENDA FIXA

Inflação
Fundos que aplicam em títulos indexados à inflação. A rentabilidade é composta pela variação do índice de preços (IPCA), e por uma taxa de juros prefixada (cupom), que incide sobre o valor do título, corrigido pelo IPCA.

Perfil:
Indicado para quem tem moderada tolerância ao risco. Apesar de ser considerado mais conservador por ser um fundo de Renda Fixa, é um pouco mais arriscado do que um CDI, já que é atrelado à inflação.

RENDA FIXA

Fundos Multimercado
Fundos que investem, no máximo, 49% de seus recursos em Renda Variável. Como a porcentagem investida em ações varia de fundo para fundo, é possível encontrar produtos que atendam aos diferentes perfis de investimento.

Perfil:
Ideal para quem tolera correr risco, com o objetivo de alcançar melhores retornos a médio ou longo prazos. Não é indicado para quem está próximo de resgatar o plano ou usufruir de renda mensal.

RENDA FIXA

Fundo Dinâmico
Fundos Multimercado com alocação dinâmica, que são mais agressivos no início, e se tornam mais conservadores ao longo do tempo. Os Fundos Dinâmicos investem em Renda Fixa de curto e longo prazo, inflação e Renda Variável, e permitem ao cliente escolher quando quer utilizar seus recursos.

Perfil:
Para quem busca uma alocação dinâmica, sem ter que se preocupar em mudar o perfil de investimento durante o período de acumulação do plano.

Obs: Somente terão direito à isenção fiscal de até 12% de renda bruta anual no IR aqueles que forem contribuintes dos Sistemas Públicos de Previdência, à exceção dos aposentados e pensionistas. Lei n° 10.887, de 18/06/2004. No caso de Previdência Privada Infantil, para se beneficiar da dedução fiscal, o menor deverá ser dependente econômico do responsável financeiro, para fins de Imposto de Renda. Em caso de dependentes maiores de 16 anos, somente será possível obter a referida dedução se estes forem contribuintes do INSS. Soluções diferenciadas para um futuro único.

Veja abaixo nossos parceiros

Icatu
Sula
Mapfre

1Segundo a lei complementar n° 109, de 29/05/2001, as seguradoras são obrigadas a cumprir determinadas medidas, agregando mais segurança e comodidade ao processo: – Informar a rentabilidade e o fluxo financeiro do Fundo de Previdência Privada, regularmente; – Informar a composição da carteira; – Constituir reservas técnicas, que servem como garantia de que os benefícios futuros dos participantes seão pagos. Esse lastro é acompanhado continuamente pela Susep.

Importante: Os recursos dos Planos de Previdência são aplicados em Fundos de Investimento que não possuem garantia de rentabilidade podendo, inclusive, ter rentabilidade negativa. O investimento não conta com garantia do administrador, do gestor de qualquer mecanismo de seguro ou do Fundo Garantidor de Crédito – FGC. É recomendada a leitura atenta do regulamento e prospecto antes de investir. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização.






Entre em contato

Tire suas dúvidas ou mande sugestões

Veja alguns dos nossos parceiros

  • Parceiro 10
  • Parceiro 9
  • Parceiro 8
  • Parceiro 7
  • Parceiro 6
  • Parceiro 5
  • Parceiro 4
  • Parceiro 3
  • Parceiro 2
  • Parceiro 1